Sobre Coaching

Existem diversas definições para Coaching, dependendo do autor, ainda que muitas delas orbitem pelo mesmo significado. Para Leonardo Wolk, é a arte de soprar brasas. John Witmore, em seu livro “Coaching for Performance”, afirma que Coaching é liberar o potencial de uma pessoa para maximizar seu desempenho, é ajudar a aprender ao invés de ensinar. Já Eliana Dutra define como Coaching como a conversa que leva a ação e a realização do que é almejado. Gosto também da definição da Jenny Rogers em “Coaching Skills: a handbook”: o coach trabalha com o cliente a conquistar, de forma sustentável, maior eficácia na sua vida e na sua carreira, através de um processo de aprendizado focado. O único objetivo do coach é ajudar seu cliente a atingir todo o seu potencial – conforme definido pelo próprio cliente.

Minha definição: Coaching é uma abordagem para o desenvolvimento humano e profissional, que tem como propósito apoiar as pessoas a atingir seus objetivos e maximizar seus resultados e potencial, através da utilização dos seus recursos cognitivos e não cognitivos.

O mais importante, no entanto, é o que se encontra por trás dessas definições e que se constituem em princípios fundamentais, ao meu ver, do Coaching Profissional:

  • Todo cliente possui, dentro de si, os recursos necessários para seu desenvolvimento e atingir seus objetivos e metas;

  • O papel do coach é apoiar o desenvolvimento do seu cliente através do questionamento habilidoso, da confrontação e do suporte;

  • O Coaching é voltado ao cliente como um todo, implicando no seu passado, presente e futuro;

  • Coaching diz respeito a ação e mudança – a inexistência desses componentes implica em não haver Coaching;

  • Coach e cliente são parceiros e atuam em condição de igualdade;

  • O cliente define a agenda e traz o conteúdo para o Coaching.

Por último, sugiro a leitura e a reflexão sobre o seguinte poema de Hermann Hesse:
 

“Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. 
Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. 
Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave.

Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo.”

  • Facebook Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey